Enfim tive a oportunidade de ler Espelho dos Olhos, do Nicolas Catalano, nosso parceiro. O livro foi lançado em junho de 2015 pela Editora Novo Século com o selo Novos Talentos da Literatura Brasileira. Posso adiantar que fiquei surpresa com a história. Saiba mais:

espelho-dos-olhos-nicolas-catalano-capa-livroSinopse: E, se por causa de uma revelação, sua vida mudasse? E, se por causa de ser quem você é, as pessoas te julgassem sem ter conhecimento algum? Revelar-se, às vezes, pode não ser uma boa ideia. Mas é preciso.
Enquanto Evangellyne Allins tenta sobreviver a uma Escola tirana, num país onde cores de olho, Elites e Classes de Talento são o que importa, a vida de seu querido pai está em tremendo risco. Esse foi o preço de sua manifestação.
Será que valerá a pena enfrentar todos os seus reflexos mais profundos e íntimos pela pessoa mais amada?
Tortura. Medo. Aversão. Evangellyne será forçada a descobrir-se quer queira quer não. Ela será obrigada a arcar com as consequências desoladoras de sua manifestação; e seu interno, o estado Espelho dos Olhos, a transformará inconscientemente.

Páginas: 464
Edição: 1ª
Formato: 14 X 21
Acabamento: brochura
ISBN: 978-85-428-0564-2
Editora: Novo Século

Book trailer


Resenha 

Tudo começa quando Remi Claus, um conceituado cientista, tenta incansavelmente encontrar uma fórmula para aperfeiçoar os seres-humanos. Ele sonhava com uma humanidade com talentos especiais e sem espaço para a crueldade e injustiça. Depois de muitas tentativas, meio que por acidente, ele atinge seu objetivo.

Logo, algumas pessoas são submetidas a testes para experimentar a descoberta de Remi e começam a desenvolver habilidades especiais. Essas habilidades, variam de pessoa para pessoa e são facilmente reconhecidas através da cor dos olhos de quem as possuem.

Remi estava satisfeito com o mundo que via. (…) Certamente, de início, os cidadãos acharam que os seres humanos com a íris colorida estranhos e horrendos, mas, ao verem que a Classe de Talento representava algum tipo de habilidade, ficaram impressionados.

No início tudo funcionou bem. Mas, logo a fórmula começou a cair em mãos erradas e Remi Claus decidiu colocar um fim ao seu projeto. Aqueles que possuíam as habilidades as passavam, geneticamente, para seus descendentes e, com o tempo, as pessoas com os talentos foram ficando cada vez mais raras, se tornando uma espécie de elite, separando-os daqueles que não tem nenhuma “classe”. E, é aí que a história de Nicolas Catalano começa.

‘O motivo do nascer só é válido se ele resultar em uma adequada razão.”

espelho-dos-olhos-nicolas-catalano-trecho-capitulo-1

Espelho dos Olhos é um livro bastante curioso e bem diferente do que eu imaginava. A narrativa é escrita de forma que parece que estamos da cabeça da personagem principal Evangellyne Allins, onde ela está ao mesmo tempo narrando os acontecimentos, lidando com descobertas e questionamentos internos.

Apesar de Evangellyne ter nascido com a cor dos olhos verdes, que indica que ela pertence a classe dos Glorificadores, ela nunca demonstrou nenhuma habilidade relacionada a esta classe. Por este motivo, é hostilizada o tempo todo pelas pessoas que a consideram uma farsante ingrata que não quer assumir seu lugar na sociedade.

espelho-dos-olhos-nicolas-catalano-trecho-01

Ao tentar provar a todos que ela é verdadeira em relação a quem é, Evangellyne acaba se envolvendo em uma situação sem volta, que transforma sua vida em todos os sentidos e onde ela se vê obrigada a colaborar temendo que algo de ruim acontecesse as pessoas que ama.

Ela se verá em um novo ambiente, a Escola Talental, onde precisará lidar com as novas amizades e inimizades, superar desafios que jamais imaginou e ainda manter seu maior segredo a salvo. A escola não é o mar de flores que as pessoas imaginam. Trata-se de um lugar com regras rígidas, com provas físicas e mentais que vão testar os limites dos alunos e mestres peculiares. E isso é apenas o começo.

No geral, o livro é bem divertido e traz elementos de fantasia bem criativos: desde criaturas, cenários, magia e contexto. Além disso, a narrativa tem uns diálogos muito engraçados e adjetivos super criativos. Em diversos momentos sofremos junto com Evangellyne. A vontade que dá é de entrar na história e interferir de alguma maneira nas injustiças a qual ela é submetida.

“A tristeza não está comigo.
A tristeza está em meu outro ser, ela está na minha alma.”

Além disso, achei muito interessante as mensagens que estão presentes nos diálogos. Principalmente as que estimulam a igualdade entre todos os seres humanos (com ou sem classe) e sobre a aceitação das diferenças. Acho super bacana os autores, que tem a possibilidade de se comunicar com tantas pessoas através de suas obras, incentivarem pensamentos assim.

“— E qual é o problema em ser diferente? Responda-me? — rebato ainda abraçada aos meus joelhos (…) — E quem foi que criou o padrão? (..)”

Gosto bastante da protagonista, em vários momentos ela luta para não deixar sua verdadeira personalidade desaparecer em meio a tudo que lhe foi imposto. Evangellyne é uma personagem bem complexa, com conflitos internos em relação ao que ela é e ao que obrigada a ser. O que é super compreensível, na minha opinião. Mas, minha personagem favorita foi a Valete. TODA VEZ que a pintora aparecia na história, era sinal de algo inusitado estava prestes a acontecer.

espelho-dos-olhos-nicolas-catalano-trecho-02

Posso afirmar que não há nada de óbvio no decorrer narrativa. Na verdade, a história como um todo foi uma grande surpresa para mim, pois a capa não faz alusão nenhuma ao que vamos encontrar na leitura. (será que é proposital?)

Nicolas dá uma acelerada na parte final do livro e achei que tudo acontece muito rápido. Apesar disso, o desfecho do livro abre margem para o próximo volume, deixando claro que ainda há muito para acontecer e que a particularidade de Evangellyne pode não ser tão incomum assim… Fiquei particularmente curiosa sobre o que envolve as motivações da rainha Scherzer e seus objetivos finais. Ou seja, muitos segredos ainda precisam ser revelados. Afinal, qual a verdade por trás do Espelho dos Olhos?

Fica a dica de uma ótima leitura para os fãs de distopias 😉

espelho-dos-olhos-nicolas-catalano-capa

PS. Terminei a leitura morrendo de vontade de ter meu próprio Homong. É sério. Leiam. Vocês vão entender.

Veja também: Conheça “Espelho dos Olhos”, de Nicolas Catalano

Onde comprar?


Elefante pergunta: Você já leu Espelho dos Olhos? Qual seu momento preferido da história?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Next Post

Elefante Voador no lançamento Arco de Virar Réu, de Antonio Cestaro

Sat Apr 9 , 2016
Na terça-feira dessa semana, dia 05 de abril, o Elefante Voador teve a oportunidade de ir ao lançamento do livro “Arco de Virar Réu”, de […]
Bitnami