Elefante Recomenda

O Iluminado, Stephen King | Resenha

Capa O Iluminado_SUMA_Nova.inddJack Torrance é um escritor e ex-professor que foi mandado embora da escola após brigar com um aluno. Em estado decadente, Jack abusa das bebidas e tem problemas em controlar sua raiva.

Sua esposa Wendy, uma mulher totalmente dependente de Jack, não está bem com a situação, mas não pode se separar, pois não tem pra onde ir. O filho deles, Danny, é uma criança especial, capaz de ter visões sobre o passado, vislumbres do futuro e conversar por telepatia. Pessoas assim, são chamadas de “Iluminadas”.

Durante o período de decadência, Jack recebe uma proposta para ficar no hotel Overlook como zelador durante a temporada de inverno, onde o hotel estará fechado, oportunidade perfeita para Jack tentar retomar sua carreira de escritor.

Quando a família Torrance se muda temporariamente para o Overlook, Dick Hallorann, o gerente, descobre que Danny é “Iluminado” que nem ele, e que, se tiver qualquer problema, é só “chamar”. Antes da família se mudar para o hotel, Tony, “amigo imaginário” de Danny, pede para que ele não vá! Mas a família, obviamente, não dá ouvidos.

No começo da estadia, tudo está tranquilo, porém, Danny começa a receber mensagens de Tony para que ele não chegue perto do quarto 217, e gradativamente, Danny começa a ter visões assustadoras de fantasmas antigos do hotel, pois, no quarto 217 houve um assassinato, um antigo zelador, durante o período de inverno, ficou louco e matou suas duas filhas e esposa de modo brutal.

Ao longo do livro, percebemos que Jack não está mais em seu estado normal, não está mais são, e tudo isso é seguido de várias explosões de raiva. Jack começa a ficar literalmente possuído, tentando matar Wendy e Danny, que consegue mandar uma mensagem telepática para Dick vir ajudá-los.

A “loucura” de Jack é tanta que ele começa a reviver o passado do hotel, conversando até mesmo com espíritos que lá viviam. E comentar sobre isso um pouco mais é começar a dar spoiler sobre o desfecho da história! Não queremos ninguém que não conhece o clássico descubra tudo antes da hora…

Trazendo muitas diferenças, o filme dirigido por Stanley Kubrick e que o próprio Stephen King diz não ter gostado, altera (ou adapta) muitos detalhes no decorrer da história, porém sem descaracterizar o produto final. Por exemplo, o número oficial do quarto é 217, mas o dono do hotel onde o filme foi gravado pediu para que trocassem o número para um quarto inexistente para que as pessoas não ficassem com medo de alugá-lo.

A parte que Stephen King achou mais incômoda, foi que no filme achamos que Jack fica louco de uma hora pra outra, mas no livro ele já explica que ele tem tendências a ser agressivo e já tem problemas com sua sanidade. Nesse ponto devo concordar com King, afinal esse background da vida de Jack seria um ponto essencial no filme.

Então fica aí a dica: veja o filme e leia o livro! E tire as suas conclusões 😉

Origem: NACIONAL
Editora: SUMA DE LETRAS
Edição: 1
Ano: 2012
Assunto: Literatura Internacional – Terror e Sobrenatural
Idioma: PORTUGUÊS
Código de Barras: 9788581050485
ISBN: 8581050484
Encadernação: BROCHURA
Faixa etária: a partir de 14 anos
Nº de Páginas: 288


Adquira O Iluminado em:


Elefante Pergunta: Você prefere a versão do livro ou do filme de “O Iluminado”?

Comente via FB ♥