Elefante Conferiu, Elefante Recomenda

Labirinto, A.C.H. Smith | Resenha

Quem acompanha nosso canal no YouTube deve ter visto o unboxing que fizemos com um exemplar de Labirinto que a Darkside Books nos enviou. ♥  Chegou a hora de trazer a resenha da obra para os leitores do Elefante voador! Confira:

downloadTudo começou em um pequeno labirinto real na cabeça de James Maury, mais conhecido pelo nome de Jim Henson. O cartunista, músico, roteirista, designer e diretor sabia acessar como ninguém o coração das pessoas e o seu maior dom foi dar vida a seres inanimados. A nova geração pode não lembrar do seu nome, mas com certeza tem seus personagens gravados na memória: Os Muppets, Vila Sésamo,Muppets Babies e até a inesquecível Família Dinossauro.

Além deste, Henson também criou fábulas como Labirinto, em parceria com George Lucas, filme que encantou toda uma geração quando foi lançado, há 30 anos, com David Bowie como Jareth, o Rei dos Duendes, e também responsável pela trilha sonora, e uma jovem Jennifer Connelly no papel de Sarah, a protagonista que deseja que os duendes levem Toby, seu meio irmão e – para seu espanto – é atendida. Arrependida, ela é desafiada pelo Rei dos Duendes a atravessar o sombrio Labirinto, repleto de perigos e seres mágicos.

A novelização de Labirinto finalmente é publicada em português, em uma edição à altura do mestre. Escrita por A.C.H. Smith em parceria com Henson, a edição apresenta pela primeira vez as ilustrações dos duendes feitas por Brian Froud, que trabalhou no filme, além de trechos inéditos e nunca vistos com 50 páginas do seu diário, detalhando a concepção inicial de suas ideias para Labirinto, comemorando os 30 anos do filme em grande estilo.

MARCA Darkside Books
I.S.B.N. 9788594540096
ALTURA 23.00 cm
LARGURA 16.00 cm
PROFUNDIDADE 1.00 cm
NÚMERO DE PÁGINAS 272
IDIOMA Português
ACABAMENTO Capa dura
ANO DA EDIÇÃO 2016
PESO 0.440 Kg
NÚMERO DA EDIÇÃO 1


Resenha

Dizer que estou apaixonada pelo livro seria poucoLabirinto nos faz reviver de maneira mágica a história que encantou gerações na década de 1980. Para quem não conhece, Labirinto é um filme de Jim Henson estrelado por David Bowie e Jennifer Connelly lançado em 1986.

Certa noite, em que Sarah precisa tomar conta do irmãozinho Toby para que seus pais possam sair. Sentindo-se injustiçada, a garota faz um desejo peculiar: ela pede ao Rei dos Duendes para que o bebê seja levado para longe dela. O que Sarah não imaginava é que seu pedido seria atendido.

“Rei dos duendes!
Rei dos duendes!
Quero que seja assim:
Venha e leve esta criança
Para bem longe de mim!”

labi

Jareth, o Rei dos Duendes, leva o garoto para seu castelo além da cidade dos duendes e dá um prazo de treze horas para que Sarah atravesse o Labirinto e consiga resgatar Toby. Após este período o bebê se tornará um duende e Sarah jamais voltará a vê-lo.

“Você tem treze horas para decifrar o Labirinto”, disse-lhe Jareth, “antes que seu irmãozinho se torne um de nós.”

“Nós?”

Jareth assentiu. “Para sempre.”

Com apenas algumas horas a sua disposição, Sarah começa sua jornada no Labirinto (onde nada é realmente o que parece ser). Emboscadas, enigmas e criaturas estranhas aparecem no caminho da garota e, por muitas vezes, ela acaba correndo perigos iminentes.

“Muitas vezes, jovenzinha, parece que não estamos chegando a lugar algum quando, na verdade, estamos.”

“Bem, com certeza não estou chegando a lugar algum neste momento.”

“Talvez”, disse o Sábio, “talvez as coisas apenas pareçam ser assim. As coisas nem sempre são o que parecem.”

img_20160928_124647201

Como se não bastasse, o caminho do Labirinto muda o tempo todo e é cheio de ilusões e saídas que não levam a lugar algum. Em um ambiente lúdico, Sarah conta com a ajuda de amigos improváveis para atingir seu objetivo de chegar ao castelo e enfrentar Jareth e seu exército de duendes.

Jareth riu baixinho consigo mesmo e envolveu Toby nos braços. “Tanto trabalho por uma coisinha tão pequena” […] “Mas não por muito tempo. Logo ela vai se esquecer completamente de você, meu amiguinho…”

A.C.H. Smith traz para o formato de livro essa história com uma narrativa fluída, rápida e objetiva mas, é claro, sem deixar de lado uma descrição detalhada dos cenários e personagens que aparecem na história. Eu posso dizer que, tantos anos após o lançamento do filme, fiquei novamente encantada com a magia do labirinto.

“Sinto como… se eu estivesse num sonho, mas não me lembro jamais ter sonhado com nada parecido antes!”

img_20160928_124818189

Estamos acostumados a ver adaptações de livros virarem filmes e, ao nos depararmos com a situação inversa, onde um filme deu origem a um ótimo livro, é uma sensação muito satisfatória. Para quem nunca assistiu, o livro funcionará bem, pois traz uma história linear, rica em detalhes e que conta uma ótima história.

Já para quem é fã, esta obra é obrigatória, pois contém conteúdos inéditos como os desenhos conceituais de Brian Froud para os duendes, notas sobre as primeiras idéias de Jim Henson sobre a história e suas anotações do diário de criação que deram origem ao filme. É realmente incrível ter acesso a esse tipo de material e ver o quanto a história evoluiu desde as primeiras ideias sobre o labirinto.

Desenhos conceituais de Brian Froud
Desenhos conceituais de Brian Froud
img_20160928_125401406
Desenhos conceituais de Brian Froud
Anotações de Jim Henson em seu diário de criação sobre os possíveis títulos do filme.
Anotações de Jim Henson em seu diário de criação sobre os possíveis títulos do filme.

Além de todo esse conteúdo bacana, a edição da Darkside está impecável. O projeto é belíssimo, digno de colecionador mesmo. Com capa dura, ilustrações, materiais inéditos e um formato elegante ♥. É para fã nenhum botar defeito!

“Dê-me a criança. Enfrentando perigos indizíveis e dificuldades sem conta, lutei para percorrer o caminho até aqui, ao castelo para além da Cidade dos Duendes, para levar de volta a criança que você roubou. Pois minha vontade é tão forte quanto a sua e meu reino igualmente grande e você não tem poder sobre mim.”


Encontre o Labirinto em:


Elefante pergunta: Você já conhecia a história do Labirinto?

Você também poderá gostar de:

Comente via FB ♥