Muitos de vocês já devem ter visto pelas redes sociais pessoas surtando por causa de um tal de 3% (3 por cento)… E… o que é 3 por cento?

É a primeira série brasileira original da Netflix, maaas, 3 por cento já existia! Como assim? Saiba mais:

id137867_1

Em meados de 2011, surgiu a ideia de uma série brasileira chamada 3% (3 por cento), com somente 3 episódios piloto, a ideia é que o projeto fosse patrocinado para assim dar continuidade às gravações, porém, infelizmente, isso não aconteceu. As pessoas que conheceram 3% (inclusive eu) ficaram indignadas, e a série acabou caindo no esquecimento. Snif!

Daí, veio a Netflix (sua linda!) e comprou a série, levando o povo brasileiro à loucura (eu quase surtei hahaha)!

É possível (ainda) assistir ao piloto original no canal do 3%www.youtube.com/user/serie3porcento

3% é uma série de ficção científica que se passa num mundo distópico, onde as pessoas moram todas num ‘forte’. Quando elas completam 20 anos, todas fazem um teste para que possam ir para o “novo mundo”, o mundo “de lá” e tentar uma vida melhor. Porém, somente 3% das pessoas passam nesse teste.

A pergunta é: por quê? E graças à linda da Netflix, FINALMENTE, vamos descobrir!

Foi lançado o primeiro teaser da série com logo da Netflix, confira:

“Em última instância, a série traz à tona questões sobre a dinâmica da sociedade que impõe constantes processos de seleção pelos quais todos nós temos que passar, gostemos ou não”, comenta o diretor Cesar Charlone.

3-netflix-10out2016-1

A série foi criada por Pedro Aguilera, e pra Netflix, ela será produzida pela Boutique Filmes, estrelada por João Miguel (Estômago) e Bianca Comparato (Sete Vidas).

Elefante pergunta: Quem mais, além de quase todo o Brasil, está ansioso pro dia 25 de novembro?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Next Post

CCXP 2016 confirma presença de Frank Miller

Wed Oct 12 , 2016
O mito estará entre nós É isso mesmo: Frank Miller, o lendário quadrinista criador de obras seminais dos quadrinhos e convidado de honra da CCXP […]
Bitnami