Elefante Conferiu

Romance Moderno, Aziz Ansari e Eric Klinenberg | Resenha

Como vocês fazem para administrar os livros a serem comprados mas que não são prioridade no momento? Eu, Isis, faço uma lista pela Amazon, e como os preços de e-books, as vezes, despencam, eles mandam e-mail avisando que o livro está em oferta! Eis que num desses e-mails, eu vi que o livro Romance Moderno estava bem baratinho, não deu outra e comprei, hahaha.

(Parabéns Isis, você acrescentou mais um livro para sua lista enoooorme de leituras).

Passei o livro a frente a minha lista de leituras e tive que trazer a resenha para vocês! Confira a sinopse:

romance-moderno-capaAlguns dos problemas de relacionamento que temos hoje são bem específicos da nossa era: “Por que esse cara me mandou um emoji de pizza?”; “Devo sair com essa menina apesar de ela dizer que Torcida é seu petisco preferido? Torcida, jura?!”; “Minha namorada acabou de receber uma mensagem de um fulano chamado Daniel. Quem é Daniel? Será que ele mandou uma foto do pau dele? Devo olhar só para garantir?”.

No entanto, a transformação da nossa vida amorosa não se resume à tecnologia. Em um curto período de tempo, as formas de se buscar o amor mudaram drasticamente. Algumas décadas atrás, os casamentos aconteciam entre pessoas que moravam no mesmo bairro. Suas famílias se encontravam e, depois de constatar que nenhuma das partes era um assassino em potencial, os pretendentes se casavam e tinham filhos. Tudo antes de completar 24 anos. Hoje, as pessoas se casam mais tarde do que nunca e passam anos à procurado par perfeito.

Aziz Ansari tem discutido os romances modernos há tempos em suas apresentações de stand-up e no seriado Master of None, escrito, dirigido e protagonizado por ele. Mas agora, em Romance moderno, decidiu levar o assunto a outro nível. Aziz se juntou ao sociólogo Eric Klinenberg para desenvolver um projeto de pesquisa que se estendeu de Tóquio a Buenos Aires, passando por Paris, Doha e Wichita.

Com o auxílio dos mais renomados pesquisadores, a dupla analisou dados comportamentais, entrevistou centenas de pessoas e criou um fórum no site Reddit, obtendo milhares de respostas. O resultado é um livro único, em que o humor irreverente de Aziz é veículo para pesquisas sociais inovadoras. Um tour pelo nosso universo romântico como nunca visto antes.


Resenha Romance Moderno:

O livro do ator e comediante Aziz Ansari é sobre os relacionamentos modernos, ou seja, como as pessoas se comportam na paquera e romances com tantos meios hoje em dia. O livro foi baseado em um longo estudo com um sociólogo, grupos focais, fórum online e Aziz viajando para alguns lugares do mundo para perceber as diferenças que existem pelo mundo afora (e experimentando comidas).

Ele foi para Paris e Buenos Aires, cidades consideradas bastante apaixonantes, até Tóquio e Doha, cidades que as pessoas são bem distantes nos relacionamentos ou criaram restrições. Também fez pesquisas em Monroe (no estado de Nova York) e Wichita (no Kansas). E podemos perceber que as diferenças, tradições e culturas são bem gritantes.

Ele conta também das mudanças de comportamento durante os tempos, e como a tecnologia influenciou tudo isso. Antigamente, era mais comum as pessoas se casarem dos 20 aos 30 anos, com conhecidos de longa data, pessoas do bairro ou, no máximo, uma cidade próxima, afinal, as opções eram mais restritas e não tínhamos muito “tempo a ser desperdiçado”.

“E, assim como já vimos em relação a outros aspectos dos relacionamentos, o que soa insano para uma geração muitas vezes acaba sendo algo normal para a próxima.”

Hoje em dia, devido a tecnologia, as milhões de possibilidades e a oportunidade de conhecer as pessoas através da tela de um pequeno aparelho, muitos esperam a “pessoa ideal”, e, as vezes, deixam de conhecer alguém legal por esperar tanto. É citada uma pesquisa do professor de psicologia do Swarthmore College, Barry Shwartz, que conta:

“Sua pesquisa, assim como uma porção considerável dos estudos de outros cientistas sociais, mostra que, diante de mais alternativas, ficamos menos satisfeitos e às vezes temos dificuldade para fazer uma escolha.”

É um livro cheio de fotos, mensagens de celular e gráficos para mostrar todas as mudanças. Além de conter várias referências a comida! São várias analogias que ficaram muito bem no contexto. Lembrando que é um livro para o público adulto, especificamente, pois fala sobre nudez, por exemplo, e de como as pessoas se relacionavam antigamente comparando com as paqueras atuais.

Mesmo não estando nesse mundo da paquera virtual a alguns anos, foi bem interessante lê-lo, pois muitos hábitos listados, a gente acaba até levando para a amizade através dos aplicativos. Por exemplo: se a pessoa demorou pra responder, eu vou demorar o dobro de tempo para responder, para ela achar que eu sou uma pessoa ocupada! (Quem nunca fez isso, que atire a primeira pedra, hahahaha)

Logo no início do livro é explicado que o foco foram os casais heterossexuais, para ter uma linha a ser seguida ou seria uma pesquisa muito extensa e mais demorada. Seria muito muito interessante se algum autor tomasse a frente para falar de casais homossexuais e bissexuais também.

De leve, há uma crítica sobre sermos pessoas mais ansiosas quanto a esperarmos muito e também sobre o descaso de não levarmos uma amizade ou romance mais a fundo depois de um primeiro encontro meia boca. De atitudes que fazemos para não darmos aquela “impressão errada”.

“Queremos uma alma gêmea. E, para encontrá-la, estamos dispostos a ir procurar muito longe, durante muito tempo.”

A publicação original é de 2015, foi publicada esse ano (2016) no Brasil, e mesmo sendo recente, conseguimos ver que em tão pouco tempo, muitas coisas já estão mudando, até mesmo os termos que utilizamos.

Já havia assistido ao seriado “Master of None” de Aziz Ansari na Netflix, e nossa… como o livro e o seriado se complementam! Se você viu o seriado, super recomendo que leia o livro. E se você leu o livro, super recomendo que assista o seriado. Veja o trailer:

E fica uma dica muito bacana não só para encontrar um relacionamento amoroso, mas para amizades também:

“Com tantas opções, em vez de tentar explorar todas, tenha certeza de estar investindo como deve nas pessoas, dando-lhes uma oportunidade real antes de procurar a opção seguinte.”

Interessou? Leia um trecho do livro aqui.


Romance Moderno está disponível em:


Elefante pergunta: Você vive ou já viveu um romance moderno?

Comente via FB ♥