Elefante Conferiu, Elefante Recomenda

A Herdeira da Morte, Melinda Salisbury | Resenha

Desde o seu lançamento pela Editora Rocco em julho do ano passado, A Herdeira da Morte chamou minha atenção pela capa. Eu tive certeza logo de cara de que “era o tipo de livro que eu vou adorar“. Passado algum tempo, recebemos da Rocco um exemplar e agora chegou a hora de contar para vocês se realmente o livro atendeu minhas expectativas…

A herdeira da morte é a obra de estreia da inglesa Melinda Salisbury. Ambientada em um mundo medieval repleto de intrigas e violência, Melinda conta a história da adolescente Twylla, escolhida pela rainha Helewys para ser a Daunen Encarnada, a filha dos deuses Daeg e Naeht. Com apenas 16 anos, Twylla vive no castelo e está noiva do príncipe Merek, mas com o seu trágico dom, a capacidade de matar com apenas um toque, a jovem é temida e evitada por todos na corte, até mesmo pelo príncipe, seu noivo. E por causa deste dom, Twylla é usada pela cruel rainha como seu carrasco pessoal, forçada a executar traidores (ou qualquer um que desagrade a soberana).
Sua vida solitária sofre uma brusca reviravolta quando um novo guarda chega para acompanhá-la na sua rotina. Curioso e questionador, o jovem Lief vem de outro reino, acostumado com outras tradições, dono de uma noção diferente de liberdade e parece ser capaz de ver além do papel de executora e enxergar a jovem por trás da máscara. Logo os jovens começam a passar mais tempo juntos e uma pequena chama começa a arder.
Mas enquanto um romance parece emergir na torre oeste do castelo, a Rainha tem outros planos para Twylla. Planos que envolvem um sacrifício sem precedentes… Será Twylla capaz  de fazer o necessário para salvar o reino? Ou trocará sua obrigação por um trágico amor?
Com enorme talento, Melinda Salisbury apresenta aos leitores um universo instigante e repleto de uma mitologia própria em um livro que abre as portas para uma nova heroína.

Autor: Melinda Salisbury
Tradução: Lucas Peterson
Preço: R$ 39,50
320 pp. | 15,7×22,7 cm
ISBN: 978-85-68263-32-7
Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA, FANTASIA


Resenha

Arrebatador?
Intenso?
Surpreendente?

Por mais que eu tente, não consigo descrever o livro com apenas uma palavra. Certamente vocês já passaram por uma situação em que se pegaram prendendo a respiração durante a leitura, não é? Foi exatamente o que aconteceu comigo ao ler A Herdeira da Morte de Melinda Salisbury.

A narrativa já começa com um ritmo empolgante que só vai aumentando página após página. Eu precisei ler em uma tacada só porque, de verdade, não conseguia fechar o livro sem saber o desfecho da história.

Em A Herdeira da Morte, acompanhamos a história de Twylla, uma jovem de dezessete anos, tem um destino traçado pelos deuses: ela foi a escolhida para casar-se com o Príncipe de Lormere e também a escolhida para tirar a vida daqueles que prejudicam os interesses do reino. Isso porque, Twylla é a reencarnação da Deusa Daunen e pode matar apenas com um toque de suas mãos pois veneno corre em suas veias.

[…] Sei que me abençoaram. E, afinal, não era exatamente isso que eu queria deles? Eu queria vir aqui, e aqui estou. Queria me casar com alguém importante, e me casarei com um príncipe. Eles ouviram minhas preces, e agora estou vivendo a vida que sonhei. Sou uma sortuda, uma privilegiada.
Sou uma ferramenta, uma faca.

Mês após mês, ela é levada até a prisão real e é forçada a tirar a vida dos prisioneiros da Rainha de Lormere. Além disso, qualquer pessoa descuidada que esbarre em Twylla sem querer está condenada à morte. Não é difícil imaginar que as pessoas evitam sua companhia e a desprezam por causa de sua condição.

Meus guardas me acompanham cuidadosamente ao meu lado, mantendo os corpos eretos e uma boa distância de mim. Se eu erguesse o braço para tentar alcançar um deles, ele recuaria aterrorizado. Se eu tropeçasse ou desmaiasse e um deles tentasse me ajudar, sabotado pelo próprio reflexo, estaria condenado à morte. Teria a cabeça decepada imediatamente, como um ato de misericórdia. Se comparado à morte lenta causada pelo contato com a minha pele venenosa, ser degolado era considerado sorte.

Isso muda quando Lief, um novo guarda real, consegue enxergar a menina por trás da Deusa e acaba conquistando Twylla com gentilezas e galanteios. Mesmo sabendo que ela é a prometida do Príncipe Merek, os dois acabam vivendo um romance proibido, que pode custar muito, muito caro para a garota… Mas isso é apenas o começo. Conforme vamos nos aprofundando na história, vão surgindo muitas revelações envolvendo a garota. E quanto mais a verdade está próxima de ser revelada, mais perigo isso representa.

Gostei muito da narrativa, a autora me surpreendeu em diversos aspectos. Pois nada é o que parece. Nada acontece de maneira óbvia. O ritmo chega a ser desesperador! Melinda em um jeito muito envolvente de escrever, que prende o leitor do começo ao fim. Achei os personagens muito bem construídos. Principalmente a Twylla. Percebemos o amadurecimento dela em diversas situações.

Eu me viro e me olho no espelho. A princípio, não reconheço a menina que me encara de volta […] Ela não se parece com a recipiente de uma dádiva dos Deuses, nem a herdeira de um reino. Não parece uma assassina. Sob a luz do sol, meu cabelo é um sol poente, vermelho, dourado e caótico, e a confusão me consume. Esse é o cabelo da Daunen. Prometida ao príncipe. Traidora.

Eu só fiquei surpresa ao descobrir que este é o primeiro volume de uma série. Acho que era possível fechar a história neste livro. Não ficaram tantas coisas em aberto para precisar de continuação (creio eu). Mas, de qualquer maneira, isso significa mais Melinda Salisbury pra ler (virei fã) ♥

A Herdeira da Morte é uma boa opção para quem gosta do gênero young adult mais voltado para fantasia e que não abre mão de um romance intenso e de uma história perturbadora, repleta de mentiras, segredos e traições! Inclusive, ele tem um quê de contos de fada, algo meio sombrio que lembra as obras dos Grimm 😉 

Não vivo em uma história antiga.

O Elefante Voador gostou muuuuuito.


Elefante pergunta: Você já conhecia a história de A Herdeira da Morte?

Comente via FB ♥