Senhor das Sombras, Cassandra Clare | Resenha

Olá leitores voadores, como estão? Trago para vocês hoje a resenha do livro Senhor das Sombras da Cassandra Clare (uma das minhas escritoras preferidas). Este é o segundo volume da série Os Artifícios das Trevas que se passa cerca de 5 anos após os eventos da saga Os Instrumentos Mortais. Conheça um pouco mais sobre a obra:

Leia também: Dama da Meia-Noite, Cassandra Clare — Resenha

A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia-Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde.

Título Original: Lord of Shadows
Tradutor: Ana Resende e Rita Sussekind
EAN: 9788501401076
Gênero: Jovem Adulto
Páginas: 602
Formato: 16 x 23 x 3,5 cm
Editora: Galera Record
Preço: R$ 54,90


Resenha

Eu sou um pouco suspeita ao falar das obras de Cassandra Clare porque sou completamente apaixonada por seu estilo de narrativa, por seus personagens e por todo o universo que ela constrói.

Em Senhor das Sombras, temos vários conflitos acontecendo ao mesmo tempo: Emma precisando lidar com seus sentimentos em relação a Julian, Julian precisando tomar conta do Instituto de Los Angeles no lugar do tio, Kit se adaptando ao estilo de vida dos caçadores das sombras, Mark buscando seu lugar na família Blackthron, o impiedoso Rei Unseelie se mostrando um perigo eminente, tudo isso enquanto precisam lidar com ma facção shadowhunter extremista, que não tolera os membros do submundo.

— Somos Caçadores de Sombras  — disse Jace — Você vai ver que a crise nunca acaba.

Muita coisa em relação ao mistério envolvendo Annabel BlackthornMalcolm Fade e o Volume Negro começam a ser reveladas durante a história. Eu achei a narrativa bem intensa e envolvente! Li a metade dele em menos de um dia.

Na minha opinião, este segundo volume mantém o ritmo do primeiro. Temos muita ação, do início ao fim, lutas e batalhas ao melhor estilo caçadores das sombras e também turbilhões de sentimentos colocados a prova.

[…] Porque quando este universo nasceu, quando explodiu em sua existência em fogo e glória, tudo que estava fadado a existir foi criado. Nossas almas são feitas desse fogo e dessa glória, dos átomos dela, dos fragmentos das estrelas. As almas de todo o mundo são, mas eu acredito que as nossas, a sua e a minha, foram feitas a partir da poeira da mesma estrela. Por isso, nós sempre fomos atraídos um para o outro, feito imãs, durante toda a vida. Todas as nossas partes são feitas de uma coisa só. […]

Infelizmente, Cassandra Clare, que nos traz tanto amor e tanta alegria, também machuca nossos corações em o Senhor das Sombras, com um final que sai totalmente fora do esperado e que nos deixa meio que sem chão.

— Todos os sonhos terminam quando acordamos […]

Eu tenho um pouco de receio de falar sobre a história e acabar soltando algum spoiler, principalmente para quem ainda não leu A Dama da Meia-Noite. Porque muitos dos eventos mais importantes de Senhor das Sombras, se dá por causa do desfecho de seu antecessor. O que posso dizer é que os fãs dos shadowhunters não vão se decepcionar nenhum pouco com a história. Pelo contrário, somos surpreendidos a todo momento.

Emma, Julian e companhia se metem em emboscada atrás de emboscada. Quando pensamos que as coisas estão se acertando, o perigo bate de frente com eles mais uma vez e mais uma vez e mais uma vez, de forma desesperadora!

— Eu tenho que reconhecer. Nunca pensei que Jace e Clary seriam superados em suas escolhas insanas e autodestrutivas, mas vocês todos são páreo duro.

Ps. Para quem também é apaixonado por Magnus Bane – assim como eu – vai ficar bem contente, pois neste livro ele tem bem mais participação do que no anterior♥. Adorei poder matar a saudade.

Eu comprei o meu exemplar durante a pré-venda, então ganhei um deck de cartas ilustradas com os personagens do universo dos caçadores das sombras. Desde As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais até Os Artifícios das Trevas ♥ As cartas são lindas!

A edição segue o padrão dos livros da Cassandra Clare publicados pela Galera Record: com capa holográfica, em brochura e com uma diagramação impecável. Lembrando que a edição da pré-venda contém um capítulo extra no final do livro 😉

De coração partido ou não, só nos resta esperar a rainha Cassandra Clare lançar o próximo volume!


Elefante pergunta: Qual seu personagem preferido de Os Artifícios das Trevas?

Cintia, 31 anos, é uma das criadoras do Elefante Voador, responsável pela seleção e redação de conteúdo do site, além da cobertura fotográfica dos eventos. Mora em Poços de Caldas/MG), formada em Design Gráfico e atua como diagramadora de livros. Aspirante a escritora, sonhadora, apaixonada por livros, gatos, música pop, pizza e chocolate.

Twitter: @superci / Instagram: @cisuperci

Você também poderá gostar de:

Comente via FB ♥