A Estrela da Meia-Noite, Marie Lu | Resenha

Chegou a hora de conhecer o desfecho de Jovens de Elite, da Marie Lu. Estrela da Meia-Noite é o terceiro e último volume da série e foi publicado no Brasil em agosto pela Editora Rocco. Conheça um pouco mais sobre a obra:

Adelina Amouteru cansou de sofrer. Desistiu de quem a traiu e sua vingança é a vitória a qualquer preço. A Loba Branca reina triunfante, e as conquistas alimentam sua crueldade. A menina ingênua e insegura se tornou uma rainha forte e rancorosa. E os poderes da regente estão cobrando o seu preço.
Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, A estrela da meia-noite é o capítulo final da saga de fantasia Jovens de Elite, da premiada Marie Lu. Adelina assumiu o trono de Kenettra, e agora se prepara para enfrentar a Rainha Maeve e conquistar o reino de Beldain. Com seus aliados da Sociedade das Rosas, Sergio e Magiano, a Loba Branca consolida seu poder e busca sua irmã Violetta, desaparecida desde o conflito no porto de Kenettra.
Após quase um ano como rainha, Adelina já expandiu seus territórios e firmou sua imagem como uma soberana impiedosa. Mas a jovem esconde um segredo, seu poder, suas ilusões ameaçam tomar sua mente, e a Loba Branca tem cada vez mais dificuldade para distinguir a realidade de suas ilusões. Adelina teme perder o controle e o único apoio que tem é de Magiano.
Enquanto isso corre o boato de que os Jovens de Elite estão em perigo. Todos eles, inclusive Adelina. Os poderes da febre do sangue começam a consumir seus portadores. E Violetta é uma das mais afetadas.
Marie Lu traça o destino de Adelina com maestria e surpreende os fãs. Reviravoltas e muita aventura ditam o tom deste último livro e, à medida que o fim se aproxima, os Jovens de Elite precisam decidir até que ponto irão por seus poderes e Adelina tem que estar preparada para entregar tudo o que conquistou, inclusive sua nova relação com Magiano. A estrela da meia-noite é o final épico que todos esperavam.

Autor: Marie Lu
Tradução: Rachel Agavino
Preço: R$ 34,90
256 pp. | 15,7×22,7 cm
ISBN: 978-85-7980-343-7
Assuntosfantasia
Selo: Rocco Jovens Leitores


Resenha

(…) Houve uma época em que a escuridão cobriu o mundo, e a escuridão tinha uma rainha.

Sabe aquela sensação de terminar um livro/uma série e ficar sem chão? A famosa ressaca literária? É assim que estou me sentindo após terminar A Estrela da Meia-Noite.

Neste volume, nos deparamos com uma Adelina ainda mais poderosa e cruel. Ela reina sobre Kenettra há um ano, conquistando ainda outros locais e agregando ao seu império. Sua lista de inimigos aumenta a cada dia e ela suspeita que qualquer um pode tentar assassiná-la, inclusive os membros de sua guarda.

Apesar de parecer que ela conseguiu tudo o que sonhou e que chegou ao auge de sua vingança, ser rainha, Adelina é atormentada pela vozes em sua cabeça e é vítima de ilusões e pesadelos em uma frequência cada vez maior.

As vozes. Eu as ouço constantemente agora. (…) Elas sussurram para mim quando acordo pela manhã e quando vou para a cama. Às vezes, o que falam não faz sentido. Outras vezes, me contam histórias violentas. Neste momento, estão zombando de mim.

A história começa quando a Loba Branca conquista Dumor. Ela impõe à nação um governo rígido, onde os marcados tem privilégios e os não marcados são tratados como a escória. Qualquer um que maltrate um malfetto ou que se rebele é morto na hora. Sem piedade.

(…) E eu estou certa, não estou? Os deuses me abençoaram. Eles livraram este mundo do rei kenettrano que nos desprezou, depois de sua rainha que nos usou e manipulou. Os deuses puseram no trono uma menina nascida de um pai que a desejava morta. Eles pouparam minha vida repetidamente. Eles me deram tudo.

Apesar de suas conquistas crescentes, seu único aliado é Magiano. Sua irmã Violetta se juntou aos Punhais. Mas o verdadeiro perigo que Adelina enfrentará em A Estrela da Meia-noite não vem de seus inimigos. É algo muito maior que fará com que ela passe por cima de seu rancor. Não se trata mais de uma guerra pelo poder. Não se trata de vingança. Se trata de sobrevivência.

Todos nós, todos os Jovens de Elite, estamos em perigo. Nossos poderes estão lentamente dilacerando nosso corpo mortal.

Raffaele começa a ligar os pontos e chega a conclusão de que há algo muito maior que eles acontecendo no mundo. Algo de errado. Algo que está deixando os Jovens de Elite doentes e que está matando tudo ao seu redor.

Há veneno penetrando no nosso mundo. Em algum lugar, há uma fenda, uma ruptura na ordem das coisas.

A Sociedade dos Punhais e a Sociedade da Rosa precisarão se unir para que esse mal se espalhe ainda mais. Eles precisarão se unir para “fechar” essa ruptura mesmo que isso custe seus poderes divinos.

Se o que Raffaele nos disse é verdade, então não vamos durar muito neste mundo com nossos poderes. (…) Tenho que evitar esse destino – deve haver um caminho que me permita viver e preservar o que me faz forte.

Para mim A Estrela da Meia-Noite é sem dúvida o melhor livro da trilogia. Tem uma narrativa muito intensa, eu li de uma vez só, sem intervalos. Eu me pergunto se Marie Lu já tinha esse desfecho em mente quando começou a escrever Jovens de Elite. Se tudo que ela escreveu nos dois primeiros volumes sempre foi para chegar até aqui.

O livro tem uma narrativa crescente, emocionante e desesperadora. É um desfecho digno de Marie Lu. Sem saídas fáceis, sem finais óbvios. Fui surpreendida várias vezes ao longo da narrativa com alianças inesperadas, traições… E principalmente com o destino que aguardava os Jovens de Elite esse tempo todo! Todas as pontas soltas se fecharam neste volume.

Algum dia, quando eu não for nada além de poeira e vento, que lendas contarão sobre mim?

E sobre o final? Ah, o final! Só posso dizer que meu coração não estava preparado para isso. Amei o livro como um todo, mas o final foi o que me fez amar a trilogia ainda mais♥.  Marie Lu, você é fantástica!


Elefante pergunta: Qual livro também já te deixou com ressaca literária?

Cintia, 30 anos, é uma das criadoras do Elefante Voador, responsável pela seleção e redação de conteúdo do site, além da cobertura fotográfica dos eventos. Mora em Poços de Caldas/MG), formada em Design Gráfico e atua como diagramadora de livros. Aspirante a escritora, sonhadora, apaixonada por livros, gatos, música pop, pizza e chocolate. Twitter: @superci / Instagram: @cisuperci

Você também poderá gostar de:

Comente via FB ♥

  • Alison de Jesus

    Olá, quero ler essa nova trilogia da Marie desde quando ela foi anunciada. Pela resenha vejo que o último volume segue a linha de Legend e está recheado de plot twists que deixam o leitor de boca aberta. Em suma, o desfecho de Jovens da Elite só enfatiza o enorme talento de Marie Lu em criar um enredo original e universos distópicos. Beijos.