Elefante Conferiu

Elefante Voador num brunch com “Drag Me As a Queen”

O Elefante Voador teve a oportunidade de participar de um brunch com as drags e produção de “Drag Me As a Queen”.

Se você nos acompanha, deve ter visto nosso post na Midiorama sábado. Lá contamos as novidades. E, por aqui, também vamos contar mais sobre o evento em si.

“Drag Me As a Queen” iniciou a temporada em novembro de 2017, pelo canal E!. Confesso que não conhecia o reality show e fiquei surpresa com a proposta do programa.

O intuito é fazer com que a mulher participante se transforme em drag por um dia e performe para amigos e familiares.

Para que essa transformação ocorra, nada melhor do que drag queens para ajudar. Por isso, o programa conta com Ikaro Kadoshi, Rita Von Hunty e Penelopy Jean. As três drags além de ajudarem na transformação, são as apresentadoras do programa.

drag me as a queen
Ikaro Kadoshi. Foto: Filipa Andreia
drag me as a queen
Rita Von Hunty. Foto: Filipa Andreia
drag me as a queen
Penelopy Jean. Foto: Filipa Andreia

Cada uma fica responsável por um requisito: uma cuida do figurino, outra da maquiagem e uma da performance.

O programa traz mulheres reais e faz com que ela melhore sua auto-estima e se empodere. Por isso, ficamos sabendo da história da mulher participante, desde o seu dia a dia até os seus medos, suas ambições.

Lembrando que mulheres também podem ser drag queens. 😉

Bastidores de Drag Me As a Queen:

Um programa com drag queens no comando que ajudam mulheres a se empoderarem, seria muito interessante se mulheres estivessem nos bastidores. Pois saibam que mais da metade da produção é composta por mulheres e com isso damos mais valor para a proposta de “Drag Me As a Queen”.

No dia do brunch, contamos com a presença das drag queens que apresentam o programa. Ikaro Kadoshi, Rita Von Hunty e Penelopy Jean bateram papo com os presentes e nos contaram que o canal E! foi um dos primeiros canais brasileiros a abrirem as portas para drag queens como apresentadoras.

Tanto é, que as drags participaram ativamente do roteiro do reality, como exemplo, elas contribuíram com gírias do meio drag e explicaram o que significavam para a produção.

drag me as a queen
Ikaro Kadoshi, Rita Von Hunty, Penelopy Jean. Foto: Filipa Andreia

A repercussão foi tão positiva no Brasil, que o programa atingiu diversas faixas etárias, desde crianças até idosos. Essa ótima repercussão, fez com que o reality fosse renovado para a temporada 2 e exportado para a América Latina e México. “Drag Me As a Queen” foi dublado para espanhol e inglês e começa a ser exibido no começo de abril. Além disso, as apresentadoras irão para México, Chile, Argentina e Colômbia para a divulgação.

Enquanto isso, no Brasil, mais episódios começam a ser exibidos às segundas-feiras, 22 horas, no canal E!. (Hoje, 05 de março, voltam os novos episódios). E no fim do ano, teremos uma segunda temporada. \o/

Momento tietagem “Drag Me As a Queen”:

No brunch, encontrei o Herbet Castro do Canal das Bee e conheci o Arthur Pires do programa Mulheres (da TV Gazeta).

drag me as a queen
Isis (Elefante Voador), Arthur (Programa Mulheres) e Herbet (Canal das Bee)

Aproveitei também para tirar foto com as drag queens do programa: Rita Von HuntyIkaro Kadoshi e Penelopy Jean.

drag me as a queen
Rita Von Hunty, Ikaro Kadoshi, Isis Tomie e Penelopy Jean.

Também ganhamos uma caixinha com cílios postiços e glitter, coisa mais graciosa <3.

Mimo do brunch de Drag Me As a Queen. Foto: Filipa Andreia

Elefante pergunta: Você participaria do “Drag Me As a Queen”?

Fundadora do Elefante Voador, social media, editora-chefe e redatora do blog. Mora em São Paulo, tem 30 anos e coleciona meias e meias-calças. Concilia as tarefas do Elefante com o trabalho formal, maternidade e sua rotina caseira.

Comente via FB ♥