Elefante Conferiu

Por Todas Nós, Ellora Haone | Resenha

Ellora Haonne tem um canal no YouTube com mais de 1 milhão de inscritos até o momento. Confesso, não a acompanho, e, em julho, ela lançou o seu primeiro livro: Por Todas Nós pela Astral Cultural. Decidi pedi-lo para conhecê-la de outra forma.

Sinopse Por Todas Nós: 

por todas nos ellora haonneUma das coisas mais complexas da vida é a luta para aceitar-se. Todos os dias, travamos uma batalha contra nós mesmas, nossos desejos, nossa sexualidade e nosso corpo. Nunca é o suficiente, sempre falta algo. POR TODAS NÓS surge como um ombro amigo e solidário, mostrando que não estamos sozinhas em nossos sofrimentos diários e precisamos questionar tudo aquilo que a sociedade impõe – sem julgamentos nem padrões preconcebidos. Ellora Haonne se despe de qualquer paradigma que você já leu antes e compartilha seus medos e suas experiências, dando conselhos que nunca deram a ela e pronta para lutar por aquilo que acredita!

Capa comum: 160 páginas
Editora: Astral Cultural;
Edição: 1 (10 de julho de 2018)
Idioma: Português
ISBN-10: 8582467540
ISBN-13: 978-8582467541
Dimensões do produto: 16 x 1 x 23 cm
Peso de envio: 249 g


Resenha Por Todas Nós

Por Todas Nós é um livro interativo que vai contando as vivências da Ellora e o modo como ela passou algumas situações. Ela tenta criar uma conexão com o leitor desde o primeiro capítulo até o nono. Conta suas histórias, descreve significado das palavras e deixa espaços para você escrever nas páginas. Ao mostrar uma situação, ela faz com que você reflita e escreva algum aprendizado ou simplesmente pensamentos que vierem ao ler aquela passagem.

Os capítulos contam desde a relação do corpo, da mente, da família, amor, até vivências e feminismo. Todos os capítulos tem a parte interativa e trabalharam nessa diagramação diferenciada até mesmo com letras desenhadas nas páginas. Mostra o significado de algumas palavras durante o texto e dá até vontade de rabiscá-lo (mas não tive coragem de fazer isso, rs).

livro por todas nos

É um livro curto e tranquilo de ler, daqueles que se você pegar uma tarde, vai no embalo. Você sente essa dinâmica do livro, talvez, por ser voltado principalmente para o público adolescente.

Tem uma linguagem leve e ao mesmo tempo é uma linguagem bem forte para o público que ela conversa. Consigo ver o livro escrito com bastante intimidade e com as palavras certas para esse pessoal, ainda mais por ser uma linguagem diferente de vídeo. Creio que, quando escrevemos um livro, conseguimos nos expressar melhor com palavras escritas do que ditas, já que podemos escolhemos melhor ou trocar alguma palavra se for preciso.

livro por todas nos

O capítulo 6 foi o que mais gostei pois é dividido em 3 partes e fala sobre amor. Houve aquela identificação e pensei que se tivesse lido ou me observado mais em outros momentos de vida, talvez tivesse outros tipos de experiências amorosas. Depois de ler esse capítulo, conclui que o livro nada mais é do que uma troca de experiências. Remete muito a um diário escrito por Ellora e ela se aconselhando também.

Quanto a diagramação, gostei da proposta da interação, mesmo que haja muita informação junta. Mas, encontrei várias frases cortadas, separadas por páginas, que me incomodou na leitura. Se bem que, sou fã de lettering (letras desenhadas) e isso foi um ponto positivo para o livro, deixando várias áreas de “respiro” (mesmo com as muitas informações juntas).

Quanto a capa, gosto da intenção de ser a própria autora, mas, creio que se ela fizesse com outras mulheres, um mosaico, por exemplo, haveria uma identificação ainda maior com as leitoras, #fikdik.

livro por todas nos

É um livro que, pela linguagem jovem, não compraria de imediato. Mas, daria de presente a algum amigo ou amiga para dar aquele conselho “sem querer”.

Aliás, a Astral Cultural enviou dois exemplares de “Por Todas Nós” e, na Bienal do Livro, decidi autografar um dos exemplares. Ellora foi muito simpática e autografou o livro sem “alguém” específico. Ou seja, vamos sortear esse exemplar autografado!

Por isso, vá lá no nosso instagram e veja como participar: www.instagram.com/elefantevoador  ♥

Adquira Por Todas Nós em:


Elefante pergunta: Qual conselho você gostaria de ter recebido quando adolescente?

Você também poderá gostar de:

Fundadora do Elefante Voador, social media, editora-chefe e redatora do blog. Mora em São Paulo, tem 30 anos e coleciona meias e meias-calças. Concilia as tarefas do Elefante com o trabalho formal, maternidade e sua rotina caseira.

Comente via FB ♥